Abobado

Odeio petralhas | Raça de sangue ruim; corruptos, bandidos, oportunistas, picaretas, malandros…

Archive for setembro 12th, 2008

Opinião: Crise externa preocupa Lula e seus sindicalistas de fundos de pensão porque pode atrapalhar fusão da Oi com a BrT

leave a comment »

BROI_tramoia

Jorge Serrão

O chefão Lula e seus sindicalistas que comandam os cofres abarrotados dos fundos de pensão de estatais ficaram preocupados, além do normal, com a crise de crédito, liquidez e solvência no mercado internacional. Os problemas econômicos, a partir dos EUA, podem afetar um dos mais cobiçados negócios da turma do Palácio do Planalto: a fusão da Oi com a Brasil Telecom. A operação, que depende da aprovação da Anatel e do Conselho de Defesa Econômica, é o principal motivo da onda de grampos telefônicos contra os poderosos de plantão.

A Previ, que é o fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil devidamente controlado pelos sindicalistas petistas, será uma das principais acionistas da nova gigante de telecomunicações no Brasil. A Previ já é sócia da Brasil Telecom e de tantos outros empreendimentos com a privataria promovida desde a Era FHC – que os petistas nunca contestaram de verdade. Até porque seus dirigentes são “sócios-gerentes” das operações.

Agora, os sindicalistas petistas e a turma do desgoverno torcem para o negócio não melar, por pressões de concorrentes da Oi e dos banqueiros estrangeiros, principalmente os controladores da Telefônica de Espanha. A Oi já encontra dificuldades para captar recursos no mercado externo para financiar a junção com a Brasil Telecom. A briga promete rounds de extrema deslealdade econômica e política.

Quem tem grande interesse no negócio, além da turma do desgoverno, é o Citibank. O banco norte-americano, que tem participação na Brasil Telecom (e que briga com o banqueiro Daniel Valente Dantas, do Opportunity) precisa fazer caixa o mais depressa possível. O Citi se desfaz de US$ 400 bilhões em ativos em todo o mundo. O Opportunity também tem pressa na fusão Oi-BrT. O mercado já calcula que o banco de investimentos perdeu R$ 3,2 bilhões desde a Operação Satyagraha. Oficialmente, o banco admite que o prejuízo beira R$ 2 milhões. Alerta Total

Written by Abobado

12 de setembro de 2008 at 14:49

Publicado em Sem categoria

Tagged with , , , ,

SC: cinco morrem em colisão com carreta

with one comment

 

Cinco pessoas morreram nesta manhã em uma colisão envolvendo uma carreta e um carro na BR-282, próximo à cidade de Vargem Bonita, localizada a cerca de 400 km ao oeste de Florianópolis.

Segundo informações divulgadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), chovia muito forte no momento do acidente. Um veículo Gol, com placas de Criciúma, pertencente à empresa de eventos Palco Sul, teria perdido o controle e atravessado a pista na altura do km 429. O veículo acabou atingido por um caminhão com placas de Joinville, que trafegava em sentido contrário.

Os cinco ocupantes do carro morreram na hora: Fábio Alves de Carvalho, 22 anos, Vanderson Müller de Sales, 23 anos, Claudenir da Silva, 35 anos e outras duas vítimas não identificadas. Eles eram funcionários de uma empresa de eventos e seguiam em direção à Chapecó, para montagem de equipamentos para um show da cantora baiana Ivete Sangalo.

Com o impacto, o carro acabou ficando debaixo da carreta. Os soldados do Corpo de Bombeiros Voluntários de Irani levaram cerca de duas horas para retirar os corpos das ferragens. "Chovia muito e precisamos usar um guincho para retirar a carreta e depois serrar o carro", afirmou o soldado Joel. "Trabalhamos duas horas debaixo de uma chuva muito forte".

Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de Joaçaba, que pretende realizar a identificação das outras duas vítimas. A empresa Palco Sul, sediada em Tubarão, sul de Santa Catarina, ainda não informou o nome dos outros ocupantes do carro.

Mais um morto na BR 282

Um outro acidente na BR 282 matou o motorista de um caminhão nesta sexta-feira. De acordo com a PRF, Sebastião Neves, 33 anos, caiu com um caminhão no rio Arroio Inferno, próximo à cidade de Campos Novos, por volta das 5h30.

A queda ocorreu a cerca de 70 quilômetros do local da tragédia com cinco vítimas. Também chovia forte no momento da queda, mas a PRF trabalha com a hipótese de que a vítima tenha dormido ao volante. Redação Terra

Written by Abobado

12 de setembro de 2008 at 14:16

Publicado em Sem categoria

Tagged with , ,

Pessoa boa…

leave a comment »

Written by Abobado

12 de setembro de 2008 at 12:55

Publicado em Sem categoria

Tagged with , ,

Firefox vai adotar sistema para "navegar escondido"

leave a comment »

Depois de os navegadores Internet Explorer e Chrome implementarem o sistema de navegação privativa, que esconde os rastros de acesso à rede, o Firefox também deve adotar a ferramenta. O sistema deve ser incluído na versão 3.1 do navegador.

No sistema de navegação privativa, que muitos consideram uma funcionalidade para acesso a sites pornográficos sem deixar vestígios, as páginas pesquisadas pelo internauta não entram no histórico, os cookies não são armazenados, nem as palavras digitadas em formulários.

O Internet Explorer 8 tem o sistema em sua segunda versão de testes (beta 2), assim como o navegador Chrome, lançado pelo Google na semana passada. Isso forçou a Fundação Mozilla a também adotar a ferramenta.

Em um site para programadores o chefe de desenvolvimento do Firefox, Mike Connor, afirma que o objetivo é que os usuários não possam ser rastreados quando fazem "coisas privadas". Deve haver uma separação clara entre a parte pública e privada do navegador. A informação foi divulgada pelo site computerworld.com.

Segundo os criadores desse tipo de recurso, a idéia é manter a privacidade na internet e melhorar a segurança para acesso a sites como de bancos. Entretanto, o sistema também pode ser utilizado por crianças e adolescentes para esconder dos responsáveis as suas ações na rede. Folha Online

Written by Abobado

12 de setembro de 2008 at 11:23

Publicado em Sem categoria

Tagged with , ,

Me engana que eu gosto – CBF estuda intervenção no trabalho do técnico Dunga

leave a comment »

Depois do vexame da seleção no Engenhão, o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, vai aproveitar os próximos dias para avaliar o trabalho de Dunga no comando do time nacional.

O dirigente ficou irritado com a apatia da equipe em campo no empate contra a Bolívia, por 0 a 0, e cogita colocar uma espécie de interventor na comissão técnica da seleção.

Sem criatividade e lenta, a equipe não conseguiu superar os bolivianos, que atuaram com dez jogadores desde o início do segundo tempo, no Rio. A Bolívia ocupa a lanterna das eliminatórias e não pontuava fora de casa havia sete anos.

Apesar da situação confortável da seleção na tabela, Teixeira acredita que o time de Dunga não pode permanecer tão irregular na competição e estuda mudanças no comando técnico no restante das eliminatórias.

Com o empate no Engenhão, a equipe está em segundo lugar nas eliminatórias, com 13 pontos, atrás apenas do Paraguai, com 17 pontos. Mesmo assim, o time ainda não conseguiu vencer os dois jogos que disputou em cada mês no torneio.

Além da campanha inconstante nas eliminatórias, o time comandado por Dunga fracassou nos Jogos de Pequim, no mês passado. Com Ronaldinho, convocado por Teixeira, em campo, a equipe olímpica ficou com o bronze e não teve nenhuma atuação empolgante no torneio realizado na China.

O dirigente avalia que um treinador experiente poderá ajudar Dunga até o Mundial da África do Sul, que será disputado em 2010. Antes de assumir o cargo após o Mundial de 2006, o capitão da seleção no Mundial dos EUA em 1994 nunca tinha trabalhado como técnico.

Para dar mais força aos partidários da intervenção na CBF, o principal auxiliar de Dunga na CBF é o ex-lateral Jorginho, que tem pouco experiência como treinador. Ele apenas comandou o América, quando o time foi vice-campeão da Taça Guanabara em 2006.

Por isso, Teixeira estuda a possibilidade de incluir um treinador experiente na comissão de Dunga. Ele já foi aconselhado por amigos a tomar tal atitude, mas o dirigente quer aguardar pelo menos uma semana. O nome do profissional ainda não está fechado.

A nomeação de um interventor no trabalho da comissão técnica da seleção não será novidade na administração de Ricardo Teixeira. Ele já interveio em outras oportunidades. Em 1998, nomeou Zico às vésperas do embarque da seleção de Zagallo para a França.

Em 2002, nas conturbadas eliminatórias para o Mundial de 2002, o presidente da CBF nomeou Antônio Lopes como “seu representante” na comissão técnica que tinha Emerson Leão como comandante.

Nos dois casos, o trabalho dos interventores não deu muito resultado. Eles ficaram praticamente isolados.

Quarta-feira, no Engenhão, Dunga disse que não pediria demissão e debitou o péssimo desempenho da equipe da ansiedade dos jogadores.

No final da partida, como já acontecera em outras oportunidades, o treinador foi hostilizado pelo torcedores. Além dos gritos de “burro”, Dunga teve que ouvir a torcida pedir sua saída do cargo. Folha Online

Written by Abobado

12 de setembro de 2008 at 09:59

Publicado em Sem categoria

Tagged with

Lula decide pelo afastamento definitivo de Lacerda da Abin

with 2 comments

A revelação de que havia 52 agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) na Operação Satiagraha, da Polícia Federal, selou a decisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de retirar definitivamente o delegado Paulo Lacerda do comando da agência. Lacerda foi afastado temporariamente no dia 1º, depois da divulgação do grampo de uma conversa telefônica entre o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, e o senador Demóstenes Torres (DEM-GO).

Com Lacerda, outros três integrantes da cúpula da Abin foram afastados: o vice José Milton Campana, o chefe do Departamento de Contra-Inteligência, Paulo Maurício Fortunato Pinto, e o assessor especial da presidência, Renato Porciúncula. O Estado apurou que, como Lacerda, nenhum dos três voltará ao posto que ocupava na Abin. O Palácio do Planalto está certo de que, além da polêmica das maletas de fazer varreduras e grampos – levantada pelo ministro Nelson Jobim (Defesa), na reunião da Coordenação Política, na semana passada -, a Operação Satiagraha era uma investigação mais de Lacerda do que do delegado que a comandava, Protógenes Queiroz. Afinal, enquanto a PF mobilizou 23 profissionais, entre delegados, agentes, escrivães e peritos, a Abin liberou 52 agentes para trabalhar com Protógenes.

Os problemas políticos gerados pela Operação Satiagraha não afetarão, porém, o general Jorge Felix, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), e o ministro da Justiça, Tarso Genro. Quando estourou o escândalo, Felix chegou a pôr o cargo à disposição, mas Lula descartou a possibilidade de sua saída. O diretor-geral da PF, Luiz Fernando Corrêa, também estaria a salvo, apesar de ter revelado falta de controle sobre o que se passa no órgão que comanda.

Além de Lacerda, as atenções do governo estão centradas em Protógenes. Por ter convocado Francisco Ambrósio do Nascimento para a Operação Satiagraha – um ex-agente do Serviço Nacional de Informações (SNI), órgão de inteligência do regime militar -, o Planalto considera ?liquidada? a carreira do delegado.

Embora se queixe de falta de apoio da direção da PF, Protógenes teve a seu dispor, nos dez meses em que comandou a Satiagraha, uma equipe de tamanho considerável. Levantamento que a PF está fazendo, a pedido do Ministério Público, mostra que os recursos, equipamentos e pessoal mobilizado colocam a Satiagraha entre as cinco maiores ações dos últimos três anos.

Isso inclui as três maiores operações do período: a Navalha, que prendeu 47 pessoas em maio de 2007 acusadas de fraude em licitações, corrupção e desvio de dinheiro público; a Furacão, que investigou um megaesquema de venda de liminares em favor de casas de bingos e caça-níqueis, e a Dilúvio, que desarticulou um esquema gigantesco de fraudes no comércio exterior. Nas três, foram mobilizados, na fase investigativa, entre 21 e 30 policiais. Agência Estado

Written by Abobado

12 de setembro de 2008 at 09:47

Publicado em Sem categoria

Tagged with , ,

Opinião do Estadão: Praga difícil de erradicar

leave a comment »

Três semanas depois de o Supremo Tribunal Federal (STF) ter expedido a Súmula Vinculante nº 13, proibindo os dirigentes de todas as instâncias dos Três Poderes de contratar parentes até o terceiro grau para ocupar cargos de confiança, de comissão e de função gratificada na administração pública direta e indireta, ainda há grandes resistências ao cumprimento da determinação.
Dada a extensão do entranhamento desse costume em todos os níveis da administração pública, essa resistência já era esperada. O que causa surpresa é a desfaçatez com que muitos prefeitos, governadores, deputados e senadores tentam disfarçar, do ponto de vista jurídico-formal, o descumprimento da Súmula que o STF baixou com o objetivo de moralizar a máquina governamental.
Na Câmara dos Deputados e em várias Assembléias Legislativas e Câmaras Municipais, há parlamentares que continuaram recorrendo ao chamado “nepotismo cruzado”, estratégia pela qual um parlamentar emprega em seu gabinete o parente de um colega e vice-versa. O expediente é expressamente proibido pela determinação do STF. Nas poucas Casas Legislativas cujos dirigentes se revelaram mais rigorosos na aplicação da Súmula Vinculante nº 13, as demissões de pais, irmãos, filhos, netos, primos e cunhados vêm sendo realizadas a conta-gotas.
No Senado, diante da demora de alguns parlamentares em exonerar parentes, a Mesa Diretora lavou as mãos. Em vez de cobrar as demissões, ela resolveu deixar a responsabilidade de cumprir a Constituição a cargo de cada senador. Além disso, a Mesa não fixou um prazo para que providências sejam tomadas. Os boletins da Casa mostram que só o primeiro-secretário, senador Efraim Moraes (DEM-PB), já apadrinhou 23 pessoas, 13 de sua família e 10 ligadas a aliados na Paraíba, indicando-as para cargos de comissão e função gratificada. Várias delas nunca foram vistas nos escritórios do senador em Brasília e em João Pessoa. Alguns senadores vêm tentando transferir parentes para os gabinetes das lideranças partidárias e do direitor-geral do Senado, alegando que a Súmula do STF não se aplica àqueles cargos de confiança. “Esperamos que cada senador cumpra a ordem, por isso não discutimos possíveis punições”, diz o 2º vice-presidente do Senado, Álvaro Dias (PSDB-PR).
Mais acintosa ainda foi a estratégia utilizada pelo governador do Paraná, Roberto Requião, que emprega três parentes. No mesmo dia em que o Supremo baixou a Súmula Vinculante, Requião assinou o Decreto 3.302, nomeando a mulher, Maristela, que é diretora do Museu Oscar Niemeyer (MON), para o cargo de “secretária especial”, sem pasta definida. E, dias depois, nomeou seu irmão Eduardo, que até então era diretor da Superitendência de Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, para o cargo de secretário estadual de Transportes. Ao justificar a medida, o chefe da Casa Civil do governo paranaense, Rafael Iatauro, afirmou que a Súmula Vinculante nº 13 não se aplica a esse tipo de cargo, que é de natureza política. Iatauro disse ainda que João Arruda, o sobrinho de Requião que é diretor da Companhia de Habitação do Paraná, não deverá ser afastado, por ter sido indicado para o cargo pelo Conselho de Administração da empresa, na qual o governo estadual tem direito a dois assentos.
O mesmo expediente também foi utilizado no Rio de Janeiro pelo prefeito Cesar Maia, com o objetivo de favorecer a irmã, Ana Maria, que ocupava um cargo de confiança na Secretaria Especial de Eventos. Maia, que já emprega a cunhada Carmem, como presidente da Fundação Planetário, a sobrinha Anita, como presidente da RioZoo, e o sobrinho Carlos, como subsecretário de assuntos administrativos, nomeou Ana Maria como titular da Secretaria Especial de Eventos. Ao assinar a nomeação, o próprio prefeito confirmou que a manobra se destinava a contornar a determinação do Supremo. “Ela (a irmã) continua a fazer o que sempre fez, ganhando o mesmo que ganhava.”
As artimanhas dos políticos para contornar a decisão da mais alta Corte da Justiça mostram como é difícil erradicar a praga do nepotismo. Cabe ao Ministério Público ficar atento, para coibir a chicana de governantes e parlamentares.

Written by Abobado

12 de setembro de 2008 at 09:31

Publicado em Sem categoria

Tagged with