Abobado

Odeio petralhas | Raça de sangue ruim; corruptos, bandidos, oportunistas, picaretas, malandros…

Archive for março 11th, 2009

A imagem da semana – Tempestade de areia cobre Riad

leave a comment »

Tempestade de areia toma conta de Riad, capital da Arábia Saudita

Foto: Jad Saab/AP

Written by Abobado

11 de março de 2009 at 19:53

Sarney diz que seria bom para a instituição que houvesse a devolução de dinheiro recebido por horas extras

leave a comment »

José Sarney diz que está preocupado com a imagem do do Senado. Eu também tô faz tempo

"Nós devemos tomar medidas que sejam efetivas e até mesmo radicais", afirmou, no início da tarde desta quarta-feira, o presidente do Senado, José Sarney. Ele respondia a perguntas feitas por jornalistas sobre o peso que o pagamento de horas extras significa para a imagem da Casa. Sarney, que na terça-feira mesmo determinou o estorno aos cofres do Senado das horas extras pagas por seu gabinete em janeiro, disse que seria bom para a instituição que os outros senadores fizessem o mesmo.

O presidente deu a entrevista pouco antes de tomar o elevador para ir almoçar. Nessa entrevista, explicou que o pagamento de horas extras não é uma providência aleatória, mas um adicional destinado a remunerar pessoas que trabalham até as oito ou dez da noite. Ele disse que todos os chefes de gabinetes ou de quaisquer setores da Casa sabem quais são os funcionários que têm direito a receber essa remuneração.

"O que é errado é o servidor receber hora extra sem trabalhar", esclareceu o presidente do Senado. Sarney também informou que conversou com o 1º secretário da Casa, senador Heráclito Fortes, sobre o fato de que considera um absurdo o pagamento de hora extra a quem não trabalha, além de considerar isso péssimo para a imagem da instituição. Agência Senado

Leia mais aqui.

Written by Abobado

11 de março de 2009 at 15:18

Câmara suspende discussão sobre extinção de verba indenizatória e aumento de salário

leave a comment »

Reunião da Mesa da Câmara para tratar da "crise deles": E ainda tem gente que defende o voto obrigatório

Sem consenso entre os parlamentares, a Mesa Diretora da Câmara adiou nesta quarta-feira a discussão da proposta do deputado Rafael Guerra (PSDB-MG) que extingue a verba indenizatória dos deputados e aumenta os seus salários dos atuais R$ 16,5 mil para R$ 24,5 mil. Como os integrantes da Mesa estão divididos sobre a proposta e temem perdas salariais com a mudança, a Mesa decidiu suspender temporariamente as discussões sobre o tema.

Apesar de o tema ter sido discutido durante a reunião da Mesa, os deputados decidiram postergar a análise da proposta de Guerra para evitar uma enxurrada de críticas ao eventual reajuste salarial. Folha Online

Leia mais aqui.

Written by Abobado

11 de março de 2009 at 14:29

Genro: STF terá de rever decisões se mudar caso Battisti

with one comment

Cesare Battisti preso no Brasil: O bandido italiano que Tarso Genro insiste em proteger

O ministro da Justiça, Tarso Genro, disse hoje que o Supremo Tribunal Federal (STF) terá de voltar atrás em decisões que tomou anteriormente "por escore de 9 a 1" se resolver revogar o refúgio concedido pelo governo ao italiano Cesare Battisti, condenado em seu país por quatro homicídios supostamente cometidos quando integrava a organização de extrema esquerda Proletários Armados pelo Comunismo (PAC). "Se mudar, mudou", disse Tarso, afirmando que suas decisões estão alinhadas com quatro sentenças anteriores do Supremo, que permitiram a permanência no território nacional de pessoas condenadas no exterior por situações semelhantes.

O ministro afirmou que dirá amanhã em depoimento no Senado que o processo de Battisti teve irregularidades. Uma delas é a de que ele não teve direito à ampla defesa. "Não tem direito à ampla defesa quando se dá uma procuração a um advogado que é falsificada e esse advogado defende outros corréus, que acusam aquele outro que o advogado está defendendo", disse o ministro. Para ele, o processo foi julgado em clima "muito tenso na Itália" e Battisti foi acusado por um outro réu que negociou a delação premiada contra outros réus que estavam no exterior. "Hoje qualquer juiz sem preconceito político que examinasse o processo absolveria Battisti por falta ou insuficiência de provas", disse o ministro. Agência Estado

Written by Abobado

11 de março de 2009 at 14:06

Opinião do Estadão: MST investe na impunidade

leave a comment »

Mulheres do Via Campesina em protesto: Os meios utilizados nunca irão justificar os fins

As invasões e depredações realizadas por 6,5 mil mulheres do Movimento dos Sem-Terra (MST) e associados, como o Via Campesina, em oito Estados e no Distrito Federal, em “comemoração” ao Dia Internacional da Mulher e sob o pretexto de protestar contra o “modelo de agronegócio” brasileiro e a “paralisia da reforma agrária”, fazem parte de uma rotina que até seria monótona, pela repetição, caso não apresentasse sempre maiores abrangência e violência.

Desde que seu objetivo principal deixou de ser a reforma agrária, e passou a ser claramente político – mesmo que baseado numa geleia ideológica “revolucionaria” de confusa natureza -, o Movimento dos Sem-Terra (MST) tem investido, fundamentalmente, na impunidade. As invasões de fazendas produtivas, as derrubadas de cerca, as depredações de sedes, as matanças de animais, as colocações de empregados rurais em cárcere privado, assim como os saques e as destruições de cabines de pedágio, as ocupações e depredações de prédios públicos, os acampamentos e interdições de estradas tudo tem dado margem à prática, pela entidade e seus seguidores, dos mais variados crimes comuns, inclusive os de homicídio. O problema é que a maioria esmagadora desses crimes permanece à espera de julgamento.

Leia mais aqui.

Written by Abobado

11 de março de 2009 at 12:11