Abobado

Odeio petralhas | Raça de sangue ruim; corruptos, bandidos, oportunistas, picaretas, malandros…

O país decente mostrou que existem mais de 30 mil pedras no caminho dos corruptos

leave a comment »

Historicamente compassiva com os pecadores da seita companheira, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil enfim perdeu a paciência com o bando de desgarrados que hoje se ajoelham no altar da ladroagem impune. “Não podemos concordar com nenhuma forma de corrupção, pois os recursos são da população”, lembrou dom Raymundo Damasceno Assis, arcebispo de Aparecida do Norte e presidente da CNBB, durante a missa que reuniu neste 12 de outubro 40 mil devotos no Santuário Nacional. “A Igreja quer que as denúncias sejam investigadas”, avisou, depois de solidarizar-se com “as manifestações organizadas por redes sociais”.

Na missa celebrada numa igreja de Pirituba, dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo de São Paulo, também se inspirou no viveiro de gatunos e nos atos de protesto para transformar o sermão num pronunciamento político.  “A corrupção está em toda parte, afligindo o povo brasileiro”, constatou. “Quando não somos mais capazes de reagir e nos indignar diante da corrupção, é porque nosso senso ético também ficou corrompido. Quando o povo começa a se manifestar, a coisa melhora. É isso que precisa acontecer”. É isso que está acontecendo, souberam à noite milhões de telespectadores do Jornal Nacional e, nesta quinta, os leitores dos principais jornais brasileiros.

As manifestações de 7 de setembro não conseguiram a atenção de chefes da Igreja Católica, ficaram fora dos telejornais que contam e foram timidamente noticiadas pela grande imprensa. As mudanças na paisagem confirmam que o movimento que nasceu nas redes sociais e transbordou para as ruas há apenas cinco semanas tem saúde suficiente para apressar a chegada à idade adulta. Foram definidas duas reivindicações prioritárias ─ o fim do voto secreto no Congresso e a imediata aplicação da Lei da Ficha Limpa. E ficou estabelecido que, embora não seja o único sinônimo de corrupção impune, é José Sarney o outro nome da roubalheira escancarada e sem castigo.

As cautelas adotadas pelo comando do movimento, que ainda se nega a enxergar os protetores dos sarneys, colidiram estrondosamente com a estupidez dos milicianos a serviço da seita. O silêncio estrepitoso dos jornalistas federais, a gritaria histérica dos blogueiros estatizados e os rosnados dos Altos Companheiros deixaram claro que falar em corrupção é falar do PT, e insultar qualquer corrupto juramentado é o mesmo que ofender o pai da Dilma ou xingar a mãe do Lula. Tanto os milhares de manifestantes de Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro quanto as dezenas de inconformados que protestaram em cidades interioranas limitaram-se a reafirmar que são contra a corrupção. Como não é de bom tom apoiar publicamente a ladroagem, os patrulheiros petistas debitam as passeatas na conta da elite golpista e transformam brasileiros de todas as idades em filhos da elite golpista.

Já convocada para 15 de novembro, a terceira rodada de protestos avisa que o movimento vai bem de saúde. Para que os donos dos podres poderes se sintam em perigo, é verdade, a multidão precisa crescer consideravelmente. Mas já existe gente de sobra para a guerra de resistência que necessariamente precede uma contra-ofensiva. Neste começo de primavera, o essencial é impedir o avanço dos corruptos. Eles acabam de descobrir que há mais de 30 mil pedras no caminho.

A área de comentários é liberada. Mas não venham pra cá cantar de galo e me atacar ou atacar a quem defendo. Sejam educados e comportem-se. Se não gostam do que publico, criem um blog e sejam felizes. Petralha aqui, não!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s