Abobado

Odeio petralhas | Raça de sangue ruim; corruptos, bandidos, oportunistas, picaretas, malandros…

Archive for outubro 26th, 2011

#EuVotoDistrital: Conheça e Participe

leave a comment »

Leia o manifesto e assine a petição aqui

Written by Abobado

26 de outubro de 2011 at 19:47

De novo o incompetente Fernando Haddad: Procurador da República quer anulação do Enem 2011

with one comment

O procurador da República no Ceará Oscar Costa Filho vai solicitar nesta quarta-feira ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) a anulação de 14 questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2011. O motivo: dias antes da avaliação federal, uma escola particular de Fortaleza teria aplicado um simulado com questões similares às do Enem. As fotos das questões foram postadas nas redes sociais.

Leia mais sobre o assunto:
Como recorrer à Justiça em caso de falha no Enem

Procurador avisou que estaria de olho no Enem 2011

“As imagens são provas irrefutáveis de que houve desequilíbrio no exame, favorecendo uns poucos e prejudicando milhões”, diz o procurador. “No momento, a preocupação não é descobrir como as questões foram parar no simulado da escola, mas, sim, evitar que o exame seja desigual.”

De acordo com o procurador, caso o Inep se recuse a anular as questões, o Ministério Público Federal no Ceará dará início a um processo judicial exigindo a anulação das perguntas e até a suspensão do Enem 2011. “Sempre que foram identificados problemas na aplicação do Enem, o Inep e o Ministério da Educação (MEC) relativizam o problema e jogam a poeira para debaixo do tapete. Esperamos que, desta vez, a atitude seja diferente”, diz.

Costa Filho é figura conhecida nas batalhas judiciais envolvendo o Enem. Em 2010, ele conseguiu que o exame fosse suspenso temporariamente. Neste ano, tão logo o edital do exame foi publicado, o procurador ajuizou uma ação civil pública solicitando que os estudantes tivessem acesso à correção da prova de redação e pudessem contestar as notas atribuídas pelo Inep. Veja Online

Compare nas imagens as lambanças promovidas por esse incompetente ministro da Educação que quer ser prefeito da maior cidade da América do Sul.

A parte com fundo branco é a que consta do caderno do Enem. A em azul é o simulado aplicado pela escola particular de Fortaleza.

Orlando Tapioca desconfia que está sendo ‘fritado’ pelo PT. Eu tenho certeza!

leave a comment »

O inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar denúncias de fraudes e desvios de recursos em convênios no Ministério do Esporte agravou a situação do titular da pasta, Orlando Silva. Em conversas reservadas com dirigentes do PC do B, o ministro disse que se sentia “fritado” pelo PT e seu sentimento era o de estar sendo abandonado pelo Planalto.

Veja também:
STF autoriza abertura de inquérito para investigar Orlando
Blindado por governistas, Orlando só fala de Copa na Câmara 
Entenda as denúncias contra Orlando Silva
‘Segundo Tempo’ turbina PC do B

No fim da tarde de ontem, o presidente do PC do B, Renato Rabelo, foi chamado ao Palácio do Planalto para uma conversa com o chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho. O ministro afirmou que a presidente Dilma Rousseff acompanhava atentamente as denúncias contra Orlando e manifestou preocupação com a avalanche de acusações contra ele.

“O quadro é de observância justa e preocupada”, resumiu Carvalho. Ele pediu ao PC do B que não abra fogo contra o PT, sob a alegação de que isso pode piorar as coisas. O governo esperava que Orlando fizesse mudanças rápidas na cúpula do ministério, na tentativa de dar uma resposta às denúncias de irregularidades. Auxiliares de Dilma agora têm dúvidas se ainda é possível reverter o quadro negativo com essa atitude.

Rabelo disse que o PC do B mantém o apoio ao titular do Esporte e não aceitará outro nome para ocupar a pasta. “Não podemos admitir um tribunal de exceção”, insistiu ele.

O PC do B também rejeita a hipótese de escambo político, na qual trocaria um ministério por outro. Na avaliação dos comunistas, entregar o cargo antes da reforma ministerial, prevista para janeiro, seria atestado de culpa.

Surpresa. A saída de Orlando, porém, é cada vez mais uma questão de tempo. O governo ficou surpreso com a rapidez com a qual o STF abriu inquérito para investigar denúncias de envolvimento do ministro em esquemas de corrupção no Esporte. Nos bastidores havia até mesmo suspeitas de que o procedimento era mais um capítulo do enfrentamento do Judiciário com o Executivo.Desde agosto, o Judiciário trava uma batalha com o governo porque a previsão de reajuste da categoria ficou de fora do Orçamento da União. Estadão Online