Abobado

Odeio petralhas | Raça de sangue ruim; corruptos, bandidos, oportunistas, picaretas, malandros…

Archive for janeiro 24th, 2013

Faz 65 dias que Lula foge dos jornalistas. Continuará perseguido por perguntas sem resposta sobre as bandidagens de Rose

leave a comment »

É preciso lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Não se pode esquecer, por exemplo, o caso de polícia em que Lula foi envolvido pela primeiríssima amiga Rosemary Noronha. A Polícia Federal revelou em 23 de novembro do ano passado que a chefe do escritório da Presidência da República em São Paulo era também dirigente da uma quadrilha infiltrada em agências reguladoras que comercializava pareceres técnicos. Passados mais de dois meses, o ex-presidente a quem Rose se referia como “meu namorado” não deu um único pio sobre o escândalo.

Faz 65 dias que Lula foge de jornalistas. Nesse período, discursou para moradores de rua, posou para a posteridade ao lado de Sofia Loren, fez palestras sobre assuntos que ignora, assistiu ao jogo entre Santos e São Bernardo enfurnado num camarote, garantiu a uma entrevistadora da TV da Federação Paulista de Futebol que quem pratica esporte não usa droga, deu conselhos a Fernando Haddad, nomeou-se co-presidente, encontrou tempo até para mostrar que, embora não tenha lido um só livro nem saiba escrever, tem muito a ensinar a intelectuais cucarachas. Só não falou da chanchada pornopolítica em que se meteu.

Confiante na crônica amnésia nacional, deve achar que o filme de quinta categoria vai terminar antes do fim ─ e com a vitória dos vilões. Engano. Até que recupere a voz (e crie coragem), será perseguido por perguntas sem resposta. Não são poucas. E faltam muitas, adverte o avanço das apurações da Polícia Federal e a coleta dos primeiros depoimentos pelo Ministério Público. As patifarias já descobertas sugerem que a história está em seu começo. Os inocentes não têm o que temer. Quem tem culpa no cartório não vai escapar pela trilha do silêncio.

O Brasil não pode desviar-se da trilha desmatada pelo desfecho do julgamento do mensalão. As penas impostas pelo Supremo Tribunal Federal transformaram numa espécie a caminho da extinção o brasileiro-condenado-ainda-no-berço-à-perpétua-impunidade. Todos são iguais perante a lei, ensinaram os ministros. O ex-presidente não é mais igual que os outros. Não está acima de qualquer suspeita. Não é inimputável. Nem mesmo ao fundador do Brasil Maravilha é permitido transformar urna em tribunal e decidir que um chefe de seita absolvido pelo rebanho não tem contas a prestar à Justiça.

Apesar de tudo, apesar de tantos, o Brasil não é uma Venezuela. O Código Penal vale também para Lula.

Augusto Nunes

Relho nesse safado: Lula deve ser convidado a prestar esclarecimentos sobre o Rosegate no começo de fevereiro

with one comment

No começo de fevereiro, Luiz Inácio Lula da Silva será convidado a prestar os tão aguardados e devidos esclarecimentos sobre a atuação de sua melhor amiga e apadrinhada Rosemary Nóvoa Noronha na chefia do gabinete da Presidência da República em São Paulo. Claro que Lula vai alegar que nada sabia e nem tinha nada a ver com negócios escusos que levaram Rosemary a ser indiciada por formação de quadrilha, falsidade ideológica, tráfico de influência e corrupção ativa na Operação Porto Seguro da Polícia Federal.

Embora não tenha mais foro privilegiado e nem seja mais formalmente uma autoridade, Lula terá tratamento privilegiado na tomada de depoimento pelo Ministério Público Federal. Já começa pelo termo “convidado” — e não convocado ou intimado a depor. Alem disso, a conversa com Lula poderá acontecer em ambiente fora do Judiciário e, com certeza e de preferência, bem longe do conhecimento da imprensa.

Lula deverá ser ouvido em casa, em São Bernardo do Campo, na sede do Instituto Lula, no bairro do Ipiranga, em São Paulo, ou em qualquer outro lugar que lhe seja conveniente. Todo mundo sabe que “tio” Lula tem tudo a dizer, mas que tranquilamente nada dirá que o comprometa ou crie ainda mais problemas para a “pequena” Rose. O estranho e indevido silêncio público de Lula sobre o Rosegate é um dos maiores erros estratégicos cometidos pelo ex-presidente. Evidência de que o escândalo lhe causa, no mínimo, tensão.

Rose está blindada e bem defendida por uma equipe de três advogados coordenados pelo ex-ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos. A (ex) mulher de confiança de Lula — que estaria estressada e temendo assédios desde 23 de novembro — até conseguiu uma permissão especial para entrar e sair pela garagem do Fórum Federal Criminal sem ser vista pela imprensa, sempre que for prestar depoimentos ou apenas se apresentar à juíza Adriana Zanetti, da 5ª Vara Federal Criminal. A próxima visita discreta de Rose ao Tribunal seria no dia 4 de fevereiro.

Pelos altos figurões envolvidos e pela complexa dinâmica do sistema criminoso de compra e venda de pareceres ou tráficos de influência cometidos por servidores em cargos de confiança federais, o processo da Operação Porto Seguro tem tudo para andar com a mesma lentidão do escândalo do mensalão. Como, em princípio, não há potenciais réus com direito a foro privilegiado, o caso deve tartarugar na burocracia da Justiça Federal a partir da primeira instância. Mas isso também deve beneficiar os acusados que ganharão tempo entre um julgamento na Vara Federal e os infindáveis recursos no STJ ou no STF até o famoso “transitado em julgado” que pode levar algum culpado para a cadeia. 

Uma eventual prisão da melhor amiga de Lula sequer foi cogitada. Desde a primeira hora da Operação Porto Seguro, ela foi claramente poupada. Apenas foi acordada por policiais federais e agentes da Agência Brasileira de Inteligência em 23 de novembro. Também sofreu o desgaste de exposição de sua imagem, da filha e do ex-marido com o escândalo. De resto, está blindada pelo mesmo esquema de poder que sempre protegeu o bem amado Lula da Silva.

Por isso, a não ser que existam poderosos interesses em prejudicar Lula da Silva, o Rosegate tem tudo para se transformar em um dos maiores casos de impunidade — entre os muitos já antes vistos — na História da republiqueta sindicalista brasileira.

Jorge Serrão – Alerta Total

Está tudo dominado!

leave a comment »

Comentário do jornalista Ricardo Noblat em seu blog.