Abobado

Odeio petralhas | Raça de sangue ruim; corruptos, bandidos, oportunistas, picaretas, malandros…

Archive for the ‘Crise americana’ Category

BC dos EUA reduz taxa de juros para menor nível histórico

leave a comment »

Veja as taxas de juros em vários países e regiões do mundo – Arte G1

O Fed (Federal Reserve, o Banco Central dos EUA) decidiu nesta terça-feira (16) reduzir a taxa de juros para o menor nível histórico do país.

Com a decisão, a taxa praticada nos EUA agora passa para um patamar flutuante de zero a 0,25% ao ano. Antes desse corte de no mínimo 0,75 ponto, a taxa do país era de 1% ao ano. O Fed também sinalizou que vai manter as taxas "excepcionalmente baixas" por mais tempo.

A redução é mais uma na sequência de baixa que já derrubou a taxa básica dos EUA em quase cinco pontos percentuais em pouco mais de um ano, desde o nível de 5,25% ao ano que prevalecia antes do início da crise financeira no ano passado.

Panorama

No comunicado onde explica sua decisão, o Fed disse "irá empregar todas as ferramentas disponíveis" para promover a volta do crescimento econômico, mantendo a estabilidade dos preços. Entre essas ferramentas, o órgão cita a compra de papéis da dívida hipotecária para desbloquear empréstimos.

O comitê também ressalta que desde o último encontro os dados apontam para uma deterioração nos gastos do consumidor, investimentos e produção. Além disso, os mercados financeiros permaneceram restritos assim como as condições de crédito. "De maneira geral, o cenário para a atividade econômica enfraqueceu ainda mais."

Por outro lado, o Fed nota que a inflação caiu de forma notável. E a expectativa do comitê é de preços ainda menores em função da baixa no valor das matérias-primas e da menor atividade. Portal G1

Comentário: É vergonhoso para o Brasil sustentar uma taxa de juros como esta. E o nosso ilustrado presidente ainda tem a coragem de mandar as pessoas comprarem e se pendurarem no crediário. Baita cara de pau!

Written by Abobado

16 de dezembro de 2008 at 19:43

Congressistas dos EUA dizem estar perto de acordo sobre plano

leave a comment »

Democratas e republicanos no Congresso americano afirmam ter feito progressos para chegar a um acordo sobre o plano do governo George W. Bush para resgatar a economia do país. O senador democrata Harry Reid disse que o Congresso fez um "progresso significativo", mas enfatizou que ainda há "um longo caminho" a trilhar até o consenso. Ele afirmou que 15 pontos do plano ainda são motivos de controvérsia entre os dois lados.

O senador republicano Mitch McConnell disse que o objetivo era anunciar um acordo no domingo e realizar a votação na segunda-feira. Negociadores esperam que os congressistas cheguem a um consenso antes da reabertura dos mercados na segunda-feira. 

Em seu programa semanal de rádio, o presidente Bush tentou tranqüilizar americanos sobre o peso que recairá sobre os contribuintes do plano de US$ 700 bilhões. Segundo o líder americano, o pacote deve custar menos que o previsto. Bush ainda pediu aos congressistas americanos que se apressem em aprovar o pacote, dizendo que a questão está acima de partidos políticos.

A presidente da Câmara, a democrata Nancy Pelosi, disse em uma reunião privada com democratas que o partido não insistiria mais na proposta de alterar as leis de falência para permitir a juízes que suspendam a tomada de posse de casas com pagamentos hipotecários atrasados. Republicanos temiam que a medida desencorajasse bancos a fazer novos empréstimos.

O governo Bush defende a intervenção estatal para comprar títulos do mercado imobiliário, que apodreceram por conta da crise do subprime (empréstimos de alto risco), para sanar bancos de investimentos que tinham muito dinheiro investido nesses papéis e chegaram perto da falência. Com esta medida, a Casa Branca espera restaurar a oferta de crédito na já combalida economia americana.

Debate

Na noite de sexta-feira, no primeiro debate dos candidatos à Presidência dos Estados Unidos, o democrata Barack Obama e o republicano Jonh McCain reforçaram a necessidade de um acordo. Suas respostas, porém, revelaram diferenças sobre os culpados pela crise. "Nós também temos de reconhecer que este é um veredicto final dos oitos anos de políticas econômicas fracassadas promovidas por George W. Bush e apoiadas pelo senador McCain", disse Obama.

O senador McCain, por sua vez, culpou lideranças irresponsáveis em Washington e em Wall Street pela crise. As negociações para um acordo sobre o pacote de ajuda têm sido observadas de perto pelos mercados financeiros. Na sexta-feira, bolsas na Europa e no Brasil terminaram o dia em baixa. Nos Estados Unidos, o índice Dow Jones da Bolsa de Nova York teve um dia volátil, com momentos de altas e baixas, e acabou encerrando o dia em alta de 1,1%. O índice da bolsa eletrônica Nasdaq, por outro lado, fechou em ligeira baixa, de 0,15%. BBC Brasil

Written by Abobado

27 de setembro de 2008 at 16:43

Publicado em Crise americana

Tagged with ,