Abobado

Odeio petralhas | Raça de sangue ruim; corruptos, bandidos, oportunistas, picaretas, malandros…

Posts Tagged ‘Google

Internautas protestam contra Google e associação antipirataria

leave a comment »

Milhares de internautas assinam, desde a semana passada, um protesto contra a exclusão da comunidade "Discografias", uma central de compartilhamento de arquivos de música hospedada na rede social Orkut. O Google, dono do site de relacionamentos, mobilizou usuários após excluir tópicos do fórum a pedido da APCM (Associação Antipirataria Cinema e Música), que quer tirar a comunidade do ar.

Segundo os organizadores do abaixo-assinado, a expectativa é acumular 1 milhão de adesões – até agora, pouco mais de 8 mil pessoas passaram pelo link. A comunidade conta com cerca de 765 mil usuários cadastrados, mas o número de freqüentadores efetivos é maior. Para navegar por seus tópicos, não é preciso se inscrever.

"Este abaixo-assinado está destinado ao público que baixa músicas e/ou filmes na internet", diz o texto do manifesto. Na "Discografias", internautas compartilham links com álbuns musicais inteiros sem pagar.

Segundo Félix Ximenes, diretor de comunicação do Google no Brasil, a exclusão da comunidade está em avaliação. "Isso está sendo avaliado. Se percebermos que a comunidade não tem debate, só tem links, ela pode sair [do Orkut], sim. Não podemos acobertar esse tipo de troca de arquivos", diz.

"A APCM avisa o Google quanto a comunidades que disponibilizam conteúdo ilegal e solicita sua remoção", afirma Edner Bastos, coordenador antipirataria da associação, que defende a propriedade intelectual. Segundo Bastos, a associação vê os protestos na web de "forma natural". "Todos têm direito a liberdade de expressão, a APCM não tem nada contra isso", afirma.

No mundo

Com o debate sobre direitos autorais mais quente do que o normal na web brasileira, a Microsoft anunciou, nesta terça-feira (21), o Dia Mundial da Conscientização Antipirataria. De acordo com a assessoria de imprensa da companhia, o dia terá "ações simultâneas de iniciativas educacionais e de apreensão em 49 países para o combate da comercialização de software pirata e falsificado". Folha Online

Written by Abobado

21 de outubro de 2008 at 15:00

Publicado em Tecnologia

Tagged with , , ,

Quedas das bolsas atinge grandes empresas da internet

leave a comment »

As grandes empresas americanas da internet, como Google e Yahoo!, viveram uma semana de tensão com a queda das bolsas internacionais e baixas que foram em quase todos os casos de porcentagens de dois dígitos.

A poucos dias de alguns dos grandes do setor  apresentarem resultados trimestrais, o Google, cujos títulos eram negociados há apenas três meses acima dos US$ 500, fechou hoje a US$ 332, 10,2% menos que há cinco dias. Seu concorrente Yahoo! fechou a sexta-feira a US$ 12,29, frente aos US$ 15 dólares do começo da semana e já registra seu valor mais baixo em mais de cinco anos.

Alguns analistas do setor não descartam, inclusive, que a Microsoft ou outra companhia volte a lançar outra oferta sobre a portal da internet aproveitando o baixo preço dos títulos. A Microsoft tentou sem sucesso comprar o Yahoo! no início do ano por US$ 44,6 bilhões.

As ações da criadora do sistema operacional Windows caíram durante a semana para US$ 20,80, mas conseguiram se recuperar nos últimos dias e fecharam hoje a US$ 21,60, praticamente o mesmo valor da segunda-feira.
A recuperação das ações da Apple, que subiram durante o dia 9% para fechar a US$ 96,80, foi uma das únicas boas notícias de hoje. Os títulos da fabricante do iPhone caíram nada menos que 40% nos últimos meses, mas os analistas acreditam que a companhia é agora bom investimento.

Além disso, espera-se que a Apple anuncie na próxima semana o lançamento de um novo celular que custará apenas US$ 800 nos EUA que seria a resposta da empresa para a queda do consumo e a crise econômica. ClicRBS

Written by Abobado

10 de outubro de 2008 at 23:59

Google revela hoje 1º celular com seu sistema

leave a comment »

_dream_google

O iPhone ganhará um novo concorrente a partir de hoje: o Dream, primeiro celular com software apresentado pelo Google e que tenta desbancar o aparelho fabricado pela Apple.

Operado nos Estados Unidos pela T-Mobile e fabricado pela HTC, o Dream é um celular com design simples, mas com a particularidade de funcionar com o Android, uma plataforma de software para telefones móveis desenvolvida pelo Google.

O Android faz com que a navegação pela internet a partir do celular seja mais simples, permite abrir várias aplicações ao mesmo tempo, o que não é possível com o iPhone, e facilita a troca de dados e contatos entre usuários.

Por enquanto, o Dream será oferecido exclusivamente com a T-Mobile, mas o Google convidou todos as operadoras a fabricar telefones que funcionem com o Android, cujo código é aberto e permite às companhias telefônicas economizar em licenças de software.

Para o Google, que ganha grande parte de suas receitas graças à publicidade na internet, o Dream é mais um passo rumo ao sonho de uma sociedade permanentemente conectada à rede e aos serviços do buscador.

Aposta

"Se a internet é amplamente acessível, é bom para nós", disse recentemente Sergey Brin, co-fundador do Google. Coincidindo com seu décimo aniversário, o gigante das buscas declarou que vai "apostar forte na web móvel" nos próximos anos.

Espera-se que o Dream custe US$ 200 nos EUA –preço aproximado do iPhone e de alguns modelos do BlackBerry– e que comece a ser vendido em outubro.

Os analistas que tiveram acesso ao telefone concordam que ele não supera o iPhone em design, mas opinam que apresenta algumas vantagens para o usuário. Seu aspecto não é tão elegante quanto o do iPhone, mas o Dream incorpora um teclado sob a tela, que possivelmente também será tátil.

Segundo a revista americana "Time", o Dream permitirá cortar e digitar textos nos e-mails, o que não é possível com o iPhone. Porém, o mais interessante é o chamado Android Market, a resposta do Dream à loja de aplicativos da Apple para o iPhone e o iPod Touch.

Estes aplicativos, dos quais a Apple distribuiu mais de 100 milhões em pouco mais de dois meses, são programas muitas vezes gratuitos desenvolvidos pela própria companhia ou programadores independentes que incorporam novos usos ao telefone.

No Dream, todos os aplicativos serão de graça e o usuário poderá utilizar vários ao mesmo tempo.

Enquanto a Apple decide que programas autorizar em sua loja on-line, o Android é um sistema aberto no qual todos os aplicativos terão validade.

Segundo o "Time", entre eles há alguns muito interessantes como um sistema de navegação chamado BreadCrums, que não só mostra o caminho a seguir, mas também fotos das ruas para ajudar o usuário a se orientar.

Outro aplicativo, o TuneWiki, transforma o telefone em um Karaokê portátil e oferece vídeos musicais do YouTube, propriedade do Google, com a letra das canções para que o usuário possa cantá-las caso queira. Agência EFE

Written by Abobado

23 de setembro de 2008 at 11:51

Publicado em Tecnologia

Tagged with , , ,