Abobado

Odeio petralhas | Raça de sangue ruim; corruptos, bandidos, oportunistas, picaretas, malandros…

Posts Tagged ‘Investimento em segurança

São Paulo: Governo anuncia contratação recorde para Polícia Civil e Científica do Estado

leave a comment »

Reforço do efetivo faz parte de conjunto de ações estratégicas do programa São Paulo Contra o Crime

O governador Geraldo Alckmin anunciou nesta quarta-feira, 22, a abertura de concurso para contratação recorde de mais de 2.800 servidores para trabalhar na Polícia Civil e um projeto de lei para a criação de 1.865 cargos para a Polícia Científica do Estado. A ação faz parte do programa São Paulo Contra o Crime, que prevê, além das contratações, a criação do Deinter 10 e um convênio com o Instituto Sou da Paz para melhorar a gestão policial. "Faremos uma verdadeira revolução, com aumento de 60% nos recursos humanos da Polícia Técnico-Científica", afirmou Alckmin.

De acordo com o secretário da Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, serão 129 vagas de delegados, 1.075 de escrivães, 1.384 de investigadores e 217 de agentes policiais. Já na Polícia Técnico-Científica, um projeto de lei amplia o quadro de servidores, criando 1.865 cargos entre peritos, médicos legista, administrativo e auxiliares. O custo da medida será de R$ 170 milhões por ano.

"Essas ações têm vias administrativas de estrutura, basicamente com reforço de recursos humanos, especialmente na Polícia Civil e na Polícia Técnico-Científica, mas mais do que isso, em termos principais, uma ação que é inédita para nós em São Paulo", explicou o secretário.

Reestruturação

Também estão inclusas nas ações estratégicas as reestruturações de dois departamentos da Polícia Civil, o Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) e Decade (Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas) e a alteração estrutural organizacional do DHPP (Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa).

Com a reestruturação, o Decade vai ampliar a Deatur (Divisão Especial de Atendimento ao Turista) com vistas à realização da Copa do Mundo em 2014. A medida também irá transferir a Delegacia de Latrocínio do DHPP para o Deic. "Nós queremos evidentemente com essas ações, que se iniciam a partir de hoje, buscar um trabalho ao longo do tempo que represente um enfrentamento maior naqueles crimes que mais impactam na segurança", afirmou Grella.

Parceria

Como parte do Programa São Paulo Contra o Crime, o Governo do Estado firmou parceria com o Instituto Sou da Paz, que desenvolverá um plano de metas para melhoria de gestão e bonificação aos policiais, a fim de reduzir os índices de criminalidade. "Queremos metas bem objetivas para atingir tanto os crimes contra a vida, homicídio, latrocínio, quanto os crimes ao patrimônio, e com o auxílio da sociedade civil", disse Alckmin.

Do Portal do Governo do Estado

Governo de SC entregará equipamentos de proteção pessoal para mais de 14 mil policiais

leave a comment »

Lançamentos dos editais para a compra dos kits está previsto para abril

Governador Raimundo Colombo anuncia pacote para segurança em Santa Catarina

Em 30 anos, é a primeira vez que todo o efetivo de policiais civis e militares de SC (hoje em 14,5 mil) ganhará equipamentos de proteção pessoal. É um dos investimentos na Segurança anunciados pelo governo, num montante de R$ 100 milhões. O lançamento dos editais para a compra dos kits, viaturas e aparelhos de videomonitoramento está previsto para abril.

Em cerimônia no Centro Administrativo e acompanhado de autoridades da SSP, o governador Raimundo Colombo assinou nesta quinta-feira editais que deverão ser lançados até o início do próximo mês em regime diferenciado de compras, ou seja, ganha quem apresentar o menor preço. O pacote de investimentos faz parte do Pacto por Santa Catarina, que prevê recursos de R$ 265 milhões para a área até 2014.

Nessa primeira etapa, os recursos serão usados na renovação da frota, incremento no sistema de videomonitoramento e na compra dos equipamentos de proteção para as polícias Civil e Militar e o Instituto Geral de Perícias (IGP). Cada kit contém um colete balístico, uma pistola calibre .40, uma tonfa (cassetete) e um par de algemas. O IGP vai receber 120 coletes balísticos para peritos que trabalham em locais de crime e 26 veículos.

— É um dia histórico para a segurança de Santa Catarina. Vencemos uma etapa importante, que é a burocracia, e já temos o dinheiro, a parte mais difícil. Santa Catarina pode ter orgulho do seu corpo de segurança —observou o governador.

Nesse cenário, Colombo citou como exemplo a renovação das 97 prisões dos suspeitos de envolvimento nos ataques criminosos ao Estado. Disse que foi um processo de qualidade, que mostrou eficiência. O inquérito é conduzido pela Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic).

O secretário da SSP César Grubba ressaltou a importância do investimento. “Nenhum policial deixará de ter seus equipamentos de segurança individual. Isso é inédito no país. Conseguimos vencer todas as barreiras e em breve esses equipamentos estarão chegando às unidades policiais”, disse.

Segurança desde a hora de sair de casa

O comandante da Polícia Militar, coronel Nazareno Marcineiro lembrou que a corporação fez uma modernização muito importante em tecnologia de gestão e metodologia de trabalho. E um dos itens deste processo é a compra dos kits de proteção. “Um policial, quando entra no serviço, traz de sua casa o colete e a arma. Significa que no trajeto ele já está seguro”, destacou Marcineiro.

Delegado-Geral de Polícia Civil, Aldo Pinheiro D´Ávila contou que em 22 anos de carreira nunca viu um investimento de tal porte. O diretor do IGP, Rodrigo Tasso também ressaltou o grande investimento no IGP. “Estamos dando qualidade aos servidores”, disse Tasso.

Não há ainda previsão de quais as regiões que serão beneficiadas com os novos veículos nem com as novos pontos de sistema de videomonitoramento. Os critérios para esta definição são os índices de criminalidade e a disposição dos municípios em fazer parcerias com o governo para instalação dos pontos.

O que está previsto
.10 mil kits de proteção individual — R$ 20 milhões
.1,6 mil veículos — R$ 70 milhões (SC terá 84% da frota com menos de cinco anos de uso)
.1 mil pontos de sistema de videomonitoramento em 100 municípios — R$ 10 milhões

Diário Catarinense