Abobado

Odeio petralhas | Raça de sangue ruim; corruptos, bandidos, oportunistas, picaretas, malandros…

Posts Tagged ‘Major Washington Luiz de Paula

Milicos em pânico: Major nega uso de “delação premiada” contra generais, policiais e políticos metidos no Escândalo do IME

with 2 comments

Do blog Alerta Total

 Escândalo no Exército Brasileiro: Este é o e-mail que tem causado caganeira na milicada. Clique na imagem para ler

Novidades de hoje cedo, no front do escândalo do IME (Instituto Militar de Engenharia), indicam que existe uma campanha para tentar desmoralizar o Comando do Exército. O major Washington Luiz de Paula acaba de negar a oficiais amigos o teor de um e-mail a ele atribuído com ataques a Generais, coronéis, capitães, burocratas do TCU ou políticos. O general Enzo Peri, comandante do Exército Brasileiro, precisa se cuidar, já que este é o segundo episódio, em sequência, para "queimá-lo". O outro foi a denúncia de quebra de sigilo fiscal de militares atribuída ao Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República.

O major Washigton, investigado por problemas em licitações de consultoria no IME, deixou claro na mensagem a um oficial amigo: "É um absurdo esse e-mail. Jamais faria algo dessa natureza. Trata-se da reputação de pessoas idôneas e acima de qualquer suspeita. Nada tenho haver com esse absurdo. Tenho fé que a justica e nosso Exército tomarão as medidas cabíveis. Existem ferramentas para descobrirem a verdade e isso será feito. Fico triste com meu nome na lama, mas confiante na descoberta da verdade".

Em nossa primeira edição desta segunda-feira, o Alerta Total informou que um e-mail enviado quinta-feira passada para mais de cinco mil membros do Exército, da ativa e da reserva, serviu para aumentar a dimensão política do escândalo das licitações no Instituto Militar de Engenharia – um dos mais importantes centros acadêmicos do Brasil.

Na sempre viva “comunidade de informações”, surgia ontem a informação de que parte dos R$ 15,3 milhões – obtidos em licitações de consultorias técnicas entre os anos de 2004 e 2006 – pode ter sido desviada até para campanhas eleitorais de membros do governo Lula, inclusive a campanha presidencial deste ano. Alerta Total

Leia mais aqui.