Abobado

Odeio petralhas | Raça de sangue ruim; corruptos, bandidos, oportunistas, picaretas, malandros…

Posts Tagged ‘O Brasil pode mais

Debate dos presidenciáveis na Rede Globo – 29/10/2010

with 18 comments

alt

Debate dos presidenciáveis na Record – 25/10/2010

with 49 comments

alt

Caixinha de surpresa!

with one comment

Written by Abobado

13 de outubro de 2010 at 00:50

Serra arrasta multidão em Goiânia e diz que terá maioria para governar

leave a comment »

alt

O candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, afirmou nesta segunda que, se eleito, terá o apoio da maioria no Congresso e fará um governo voltado para a população e para o crescimento socioeconômico do País. "Vamos governar tendo a maioria no Congresso Nacional", disse o tucano. "E não vamos dividir o Brasil em uma região contra a outra, como se fez no pré-sal", defendeu Serra, após comício e caminhada em Goiânia.

Ele se mostrou irritado com as críticas feitas pela oposição ao Plano Real e ao governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o que considerou "uma ingratidão". "Quando vou para o governo, não fico xingando, não sou ingrato como esse governo foi com o FHC", afirmou durante entrevista à imprensa.
Apoiado pelo candidato ao governo de Goiás Marconi Perillo (PSDB), que disputa o segundo turno com Iris Rezende (PMDB), cercado pelos senadores Demóstenes Torres (DEM) e Lúcia Vânia (PSDB), Serra prometeu apoiar o plano tucano de transformar o Estado na quinta maior economia do País. Atualmente, Goiás ocupa a nona posição no ranking nacional.

alt

Para que isso aconteça, Serra prometeu investimentos na construção de novos aeroportos, ampliação do aeroporto Santa Genoveva, de Goiânia, a finalização das obras da Ferrovia Norte-Sul com um ramal interligando Anápolis a São Paulo, e a duplicação de rodovias federais que cortam o Estado. Empolgado pelo calor dos militantes na cidade gerida pelo PT, também anunciou a construção do metrô e do anel viário.

Também não perdeu a oportunidade de voltar suas críticas para Brasília. Disse que a falta de isenção de quem conduz a sucessão presidencial tumultua o processo: "O presidente da República tem que saber como se comportar numa eleição", disse José Serra. "O Alberto Goldman, governador de São Paulo, é um bom exemplo, pois nunca usou a máquina do governo para favorecer um candidato."

Animado

No centro da cidade, e antes de embarcar para Brasília, a caminhada dos tucanos com Serra começou na praça do Bandeirante, na avenida Anhanguera. Terminou na avenida Tocantins, em frente ao Teatro Goiânia. Serra foi recebido com festa por uma multidão. Portando bandeiras, camisetas e adesivos, cerca de cinco mil pessoas seguiram Serra, que discursou, animou a plateia com planos de governo e deu entrevistas. Jovens e mulheres ignoraram o feriadão para gritar a partir das lojas, das calçadas, das ruas e do alto dos prédios.

"Estou muito alegre em estar em Goiânia", disse o candidato, no hangar, antes de embarcar num jatinho para Brasília. "Para mim, estar em Goiás é ganhar mais energia, confiança e força política", afirmou. No primeiro turno, o tucano perdeu por uma diferença de 2,75% dos votos válidos. Somou 1.217.203 contra 1.301.985 votos da petista. Agora, duas pesquisas internas do PSDB de Goiás indicam Serra vencendo Dilma com vantagens que variam de 5% a 12%. Agência Estado

Serra Presidente – Gente limpa – Morram de inveja, petralhas mentirosos!

with 3 comments

Written by Abobado

11 de outubro de 2010 at 23:14

Debate dos presidenciáveis na Band – 10/10/2010

with 152 comments

alt

Serra presidente: O melhor programa eleitoral dos últimos tempos. Emocionante!

with 3 comments

Written by Abobado

29 de setembro de 2010 at 11:49

A candidata do povo: Dilma faz campanha na rodoviária de Brasília protegida por grades

leave a comment »

28_09_2010_dilma_lugar_de_bandido_e_na_cadeiaA criatura: É atrás desse tipo de grade que essa mulher ainda vai parar. O povo tem que ficar esperto

A típica cena de campanha em rodoviária, em que o candidato faz corpo a corpo com o eleitor, come pastel e toma café pingado passa ao largo da estratégia eleitoral da presidenciável petista Dilma Rousseff. Em visita a principal rodoviária de Brasília, no Plano Piloto, Dilma foi recebida com estrutura presidencial. Grades de ferro a separaram do povo e dos cerca de 500 manifestantes reunidos. Só conseguiu se aproximar dela quem ficou espremido na linha de frente.

O esquema de segurança montado pela campanha formou um corredor de grades para fazer acesso da calçada onde o carro de Dilma estacionou até o balcão da lanchonete Tupã, onde ela fez um rápido lanche, de forma com que nem público nem imprensa pudessem se aproximar. Em cerca de 20 minutos que ficou no local, a petista passou metade do tempo falando com a imprensa, e no restante tomou café e comeu dois pães de queijo pequenos.

Vestindo uma blusa de botão rosa, combinando com a camiseta do candidato do PT ao governo do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, Dilma Rousseff concordou em comentar a última pesquisa Datafolha, na qual perdeu vantagem para os adversários, mas se limitou a dizer que neste momento da campanha "é normal que hajam subidas e descidas". Em contrapartida, apelou para que a militância "não esmoreça" na reta final.

"Nós estamos num momento da eleição que é normal que haja subidas e descidas. Então acho que devemos aguardar daqui para frente e o que eu queria fazer é um apelo para minha militância não esmorecer, ir para rua, disputar voto a voto", afirmou. O levantamento Datafolha mostra Dilma com 51% das intenções de voto. Levando em conta os 2 pontos da margem de erro, ela poderia ter 53% ou ainda 49% – alternativa na qual não estaria mais assegurada vitória no primeiro turno. Estadão Online

Leia mais aqui.

Written by Abobado

28 de setembro de 2010 at 15:50

Serra diz que não disputa cargo com Lula

leave a comment »

José Serra: O candidato que vai tirar o Brasil do atoleiro da corrupção. Dá-lhe no lombo dessa cacalhada!

Em entrevista ao programa Brasil Urgente, apresentado por José Luiz Datena, Serra afirmou que nem Lula nem Fernando Henrique Cardoso são candidatos e destacou que o debate entre as propostas dos presidenciáveis será feito com base no presente e no futuro, e não no passado. "A disputa nessa eleição não é com o Lula, é com a Dilma", disse ele, destacando que tem uma relação muito boa com o presidente, dono dos maiores níveis de popularidade no País. "Lula não é candidato, nem FHC", declarou.

"O Brasil deve se preparar para decidir entre as pessoas que aqui estão, que são a Marina, a Dilma e eu. A população deve decidir em função disso, olhando para o presente e para o futuro", disse o candidato, em sua segunda passagem pelo programa popular em menos de dois meses. Na última quarta-feira, 21, foi Dilma quem participou do programa apresentado por Datena. Os dois pré-candidatos mais bem colocados na corrida presidencial tem como estratégia participar de programas populares de TV e de rádio.

A estratégia de não confrontar Lula não se aplicou ao postulante do PT ao governo de São Paulo, Aloizio Mercadante, que no lançamento de sua pré-candidatura, no último sábado, criticou a gestão Serra à frente do Estado. "Responder ao Mercadante é um atraso de vida. Eu sou candidato à Presidência, e ele ao governo", disse. Estadão Online

Leia mais aqui.

Written by Abobado

26 de abril de 2010 at 20:14