Abobado

Odeio petralhas | Raça de sangue ruim; corruptos, bandidos, oportunistas, picaretas, malandros…

Posts Tagged ‘RBS TV

Luiz Carlos Prates é demitido da RBS

with 50 comments

alt

Canga Blog

Segundo informações recebidas pelo Cangablog, a demissão do polêmico comentarista Luiz Carlos Prates foi decisão da direção da RBS [Rede Brasil Sul de Comunicações] em Porto Alegre.

Prates voltava de férias e, imagino, não encontrou seu cartão ponto na parede da empresa. Ao perguntar para o porteiro pelo seu cartão, deve ter sido aconselhado a passar no departamento pessoal. Bem ao estilo da empresa.

O motivo da demissão teria sido o comentário feito por Prates em sua participação no Jornal do Almoço (apresentado pela RBS TV de Santa Catarina) quando desancou os "pobres miseráveis" que hoje têm carro. Segundo Prates, "esses miseráveis" seriam os culpados pelos acidentes de trânsito [ver vídeo abaixo da postagem].

Conheço o Prates do tempo que trabalhei com ele no Diário Catarinense nos anos 80. Afável, educado, era um bom colega de trabalho. Na TV, Prates virava um personagem. Se transformava em um radical da oratória desempenhando um papel para um público conservador. É um bom ator. Fala com veemência, aos gritos, condena, critica, gesticula com competência e… nada!

Jamais vi o Prates fazer uma denúncia de corrupção com nome e sobrenome. Sempre uma coisa genérica, etérea. O seu público adorava e dizia: – Esse mete o pau! Esse fala a verdade!

É de dar pena. Entrava no jogo do show em que se transformou a televisão brasileira. É apenas mais um personagem desempenhando o papel determinado pela empresa.

Fala bem, é inteligente, bom de oratória. Prates foi vítima da sua própria atuação. Radicalizou tanto na fala que acabou perdendo a mão… e o emprego.

Veja o vídeo que teria provocado a demissão de Luiz Carlos Prates do Grupo RBS.

Atualização de 12/01/2011

Nota em que o Grupo RBS confirma a demissão do colunista, publicada no Diário Catarinense

Em decisão conjunta com a empresa, o colunista Luiz Carlos Prates está deixando de atuar nos veículos do Grupo RBS. O comunicador se afasta para seguir com projetos pessoais depois de mais de duas décadas no grupo.

No Diário Catarinense, onde trabalhou por quase 23 anos, Prates começou escrevendo sobre esportes, passando a tratar sobre o cotidiano, área na qual também conquistou incontáveis admiradores.

— Sou grato pelo contato com os leitores e com o público. Parto para um novo ciclo em minha vida — diz o comunicador.

Durante o verão, o espaço da página 2 do DC será ocupado pela coluna Cadeira de Praia.

Florianópolis: MP descarta terceiro suspeito em denúncia de violência sexual contra adolescente

with one comment

Apuração do caso deve ser concluída até sexta-feira

A promotora da Infância e Juventude Walkyria Ruicir Danielski descartou a participação de um terceiro adolescente no caso da denúncia de violência sexual contra uma garota de 13 anos, em Florianópolis. A conclusão foi anunciada após o depoimento do próprio adolescente, na manhã desta quarta-feira, à promotora, no Fórum Desembargador Eduardo Luz, no Centro da Capital.

O interrogatório do adolescente durou uma hora. Ele compareceu com um responsável e um advogado. Segundo a assessoria de imprensa do Ministério Público (MP), antes mesmo do depoimento a promotora já o considerava apenas como testemunha.

O fato ocorreu na noite de 14 de maio, no apartamento de um dos dois adolescentes suspeitos. O jovem ouvido nesta quarta esteve no local naquele dia, mas não teve participação no episódio.

A promotora informou, por meio da assessoria do MP, que pretende concluir a apuração até sexta-feira. Mas o prazo poderá se estender até a semana que vem. Nesta quarta-feira, a promotora ainda aguardava os resultados de laudos complementares pedidos ao Instituto Geral de Perícias (IGP).

A promotora poderá encaminhar a investigação para a Justiça com a recomendação de arquivamento ou aplicação de medida socioeducativa para os dois adolescentes. Os nomes dos menores envolvidos não são divulgados em respeito ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Diário Catarinense

Florianópolis: Médico que cobrava por exames do SUS é condenado a 14 anos de prisão

leave a comment »

Fernando Slovinski: Médico mercenário tem que levar ferro mesmo. Safado, vagabundo…

O médico Fernando José Mendes Slovinski, que foi flagrado pela RBS TV cobrando por exames feitos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em julho de 2008,  foi condenado a mais de 14 anos e quatro meses de prisão pelo crime.

As imagens mostram o médico pedindo R$ 3,5 mil à família de uma paciente para fazer dois exames no maior hospital público de Santa Catarina, o Celso Ramos. Na época, Slovinski era chefe do Departamento de Radiologia da unidade.

A partir da reportagem, foram abertos inquéritos policial e civil público para apurar o caso. Pelo menos dez pacientes procuraram a polícia acusando o médico de cobrar por exames do SUS entre 2004 e 2008.

O Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC) denunciou o médico à Justiça por ter cobrado exames, tratamentos e cirurgias. A denúncia se baseou no crime de concussão (quando um funcionário público obtém vantagens indevidas no exercício da profissão).

O médico está afastado do serviço público desde o início de 2009. Slovinski deve cumprir a pena, inicialmente, em regime fechado pela cobrança irregular de nove procedimentos médicos (veja quadro abaixo). Ele também foi multado e terá de devolver o dinheiro que recebeu dos pacientes.

Slovinski também perde a função pública. O MP ainda ajuizou uma ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra o médico, processo que está em tramitação.
O advogado de Slovinski diz que o cliente não irá se manifestar sobre o caso e que vai recorrer da decisão. ClicRBS

Leia mais aqui.

Florianópolis: Médicos batem ponto e saem sem atender pacientes em hospital público

leave a comment »

medico_bate_ponto_e_nao_trabalha_hospital_Nereu_ramos_florianopolis O descumprimento da carga horária de trabalho por médicos do Hospital Nereu Ramos, em Florianópolis, pode estar prejudicando o atendimento a pacientes da rede pública estadual. A denúncia foi exibida no domingo à noite pela RBS TV no programa Estúdio Santa Catarina.

Funcionários inconformados com o fato de alguns médicos baterem o cartão ponto e em seguida irem embora denunciaram a situação à reportagem, que fez imagens da entrada do hospital e acompanhou a rotina de médicos no horário em que eles deveriam estar na instituição.

As cenas mostraram, por exemplo, o cirurgião João José de Deus Cardoso chegando no início da manhã, registrando a entrada no cartão ponto, localizado na entrada do hospital, e minutos depois indo embora.

No seu carro, segue para uma universidade particular e ministra aula para uma turma de Medicina. O mesmo procedimento se repete em outro dia. O médico bate o cartão e depois segue para a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

No final da manhã, ele vai para um consultório particular. Com uma microcâmera, a reportagem confirma que ele atende no consultório a partir das 11h cobrando consultas de R$ 400.

No Hospital Nereu Ramos, não aparece no cartão ponto o tempo que ele ficou fora  — fica registrado apenas que ele entrou de manhã e saiu no final da tarde.

O médico cardiologista José Aloísio Della Giustina é outro que aparece registrando o cartão ponto cedo da manhã e saindo do local logo em seguida. Ele também é diretor-clínico de uma clínica particular. ClicRBS

Assista ao vídeo-denúncia da RBS TV, clicando aqui.

Leia mais aqui.

Written by Abobado

24 de agosto de 2009 at 11:55

Farra das passagens – O que eles precisam ouvir e o que nós temos que fazer

leave a comment »

Este é o comentário de Luiz Carlos Prates levado ao ar no dia 20 de abril último. Como não estava em Florianópolis e não assisti ao Jornal do Almoço (RBSTv/SC), desconhecia o seu teor. Publico o vídeo e transcrevo as palavras do nobre jornalista.

Estas passagens, a origem destas passagens, é para que o deputado, o parlamentar possa ir e vir de Brasília para suas bases. Esta é a origem e esta é a razão. Tudo o que estiver fora disso é orgia com o dinheiro público e falta de vergonha na cara de quem usa de modo indevido estas passagens.

Teve um safado em Brasília [deputado Inocêncio de Oliveira – PR/PE] que chegou a dizer que “a família é sagrado, que família está acima de tudo”, e que por isso ele deu as passagens para que a família viajasse para a Europa.

Neste momento, agora, empresários, lojistas, operários, trouxas, estão pagando o Imposto de Renda para gente que não tem vergonha na cara mandar amigos sirigaitearem em Miami, em Paris, em Roma, onde quer que seja.

E não lhes vai acontecer nada porque este é um povo estúpido que não reage. Porque se o povo fechasse o pulso e fosse para Brasília destituir os imorais, nós teríamos hospitais em condições de atender a população pobre; teríamos colégio de qualidade para os carentes da sociedade brasileira; teríamos estradas com segurança; teríamos segurança pública; nós seríamos povo de primeiro mundo.

Nós pagamos um imposto que ninguém mais paga sobre a terra, e o que é que temos de retorno? Orgia de gente que não respeita o dinheiro público, de gente que não tem vergonha na cara, que pega o seu dinheiro e manda sirigaitas para a Europa.

Até quando isto vai acontecer? Até a hora que o povo acorde, reaja e tire do poder quem não devia estar representando o povo!

Safados!

Luiz Carlos Prates

Comentário meu: Já passou da hora dessa cacalhada se ligar. Chega de voto obrigatório; chega de imunidade parlamentar; chega de foro privilegiado. O povo brasileiro não merece essa raça nojenta!

Sugestão do amigo Roberto Mazantte

Written by Abobado

3 de maio de 2009 at 21:55

Transmissão pela TV do Campeonato Catarinense: Justiça decide em favor da RIC Record

leave a comment »

Cópia da decisão da juíza Denise Volpato que define os direitos de transmissão do Campeonato Catarinense de Futebol

A juíza de Direito da 2a. Vara Cível da Capital, Denise Volpato, acabou de deferir liminar em favor da Rádio e Televisão Record S/A (RIC Record), nos autos do processo 023.09.004493.

Com essa decisão a RIC Record de Santa Catarina passa a ter todos os direitos da transmissão do Campeonato Catarinense de Futebol.

Caso a decisão não seja acatada pela Associação de Clubes de Futebol Profissional de Santa Catarina e RBS TV, a multa diária será de R$ 100 mil.

Segue a a íntegra da decisão:

DECISÃO: ANTE O EXPOSTO, exercendo prerrogativa legal, defiro o pedido de antecipação de tutela formulado para assegurar à autora (TV Record) o direito de transmitir com exclusividade as partidas do Campeonato Catarinense de Futebol 2009, sob pena, em caso de desobediência comprovada nos autos, ser imposta aos requeridos, solidariamente, multa diária equivalente a R$100.000,00 (cem mil reais), nos moldes previstos no art. 461 do CPC. CITEM-SE, com as cautelas de lei. Intimem-se, inclusive para se manifestarem as partes sobre a admissão da RBS TV Florianópolis S/A como assistente simples. PRAZO: O prazo para responder a ação, querendo, é de 15 (quinze) dias, contados da juntada do aviso de recebimento no processo. ADVERTÊNCIA: Não sendo contestada a ação no prazo marcado, presumir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados pelo Autor na petição inicial (art. 285, c/c o art. 319 do CPC).
Denise Volpato
Juíza de Direito

Sem comentários!

Written by Abobado

16 de janeiro de 2009 at 13:34

TV de alta definição. Cuidado na compra!

leave a comment »

Dia 05 a RBS fez um festerê de atrapalhar o trânsito no largo Glênio Peres, defronte à Prefeitura Municipal de Porto Alegre, para inaugurar, de brincadeirinha, as transmissões em alta definição ou alta resolução, como queiram, da RBS-TV.

Foi uma inauguração antecipada. As transmissões logo voltaram a ser analógicas. Alta definição só em2009. Para dar tempo aos telespectadores de adquirirem os conversores – segundo Lasier Martins, no Jornal do Almoço.

Valendo-me de um gancho do Cesar Valente, de alguns dias, entro de novo no assunto, que já tratei aqui há algum tempo.

O problema é que os conversores não permitirão que você veja tevê em alta resolução. Mesmo em aparelho com entrada digital. Sinal digital e sinal de alta resolução são coisas diversas. O conversor vai converter o sinal da RBS em analógico, para que você possa sintonizá-la. Apenas aparelhos modernos, com entrada HDMI, admitem transmissão de alta definição.

Se você quiser se aprofundar no assunto, entre, por favor, no Adendos onde, em 10/12/2007, postei artigo de Alamar Régis Carvalho, Analista de Sistemas e Escritor, em que esmiúça o assunto com clareza e objetividade. O artigo foi postado em três partes por limitação de caracteres do servidor. Talvez esteja um pouco desatualizado, mas no geral é válido. E a época (proximidade do Natal), adequada.

Se você tem pressa, acesse logo a parte III, bastante esclarecedora. Há ilustrações para você identificar os conectores que deverão ser utilizados, se adquirir o conversor. Mas não adquira este sem ler o artigo.

Ou melhor. Se você quiser receber a transmissão nova da RBS e, aos poucos, de outras emissoras, vai ter que comprá-lo. Quando pararem as transmissões analógicas, quem não tiver o conversor vai ficar a ver navios, desde que eles passem pelas telas apagadas de sua tevê. Aí o grande golpe. Alguém vai lucrar com isto, tanto com a venda de conversores como com a de novos aparelhos de tevê com entrada HDMI.

Mas, definitivamente, não vá à loja comprar uma televisão sem se informar se ela tem entrada específica para sinal de alta resolução. Apenas digital, repito, não adianta! Você continuará a ver sem alta resolução.

A diferença é sensível, mas a evolução dos aparelhos atuais, nos últimos anos, foi além das expectativas. Lembram das transmissões em branco e preto? Lembro porque sou da época e só comprei a minha em cores em 1977.

A imagem melhorou muito, desde então. Mas o lucro é a locomotiva do mundo e resolveram mudar o padrão de sinal para que as grandes empresas tirem suas casquinhas. Ou casconas.

Porque, para ver as idiotices do Pânico, os ladridos dos repórteres da Record, as telenovelas da Globo, as pregações da Band, e outras inutilidades, o sinal analógico está especial de bom, como dizem por aqui. Nem precisava tanto. Em branco e preto já seria suficiente.

Talvez valha para ver filmes. Mas eu, por exemplo, detesto as dublagens. E se você é assinante da Sky lembre: o sinal que ela transmite, por enquanto, é digital, mas não de alta resolução.

Para os que babam vendo o estradista Lula fazendo seus comícios diários talvez perceba alguns – nem todos – os perdigotos que ele solta em abundância. Para isto, talvez, a televisão de alta definição sirva. Não para mais.

Mudará a forma, mas o conteúdo permanecerá o mesmo, vazio e fútil.

Como eu disse aqui, outro dia, já que torpedeamos a Ética preservemos, pelo menos, a Estética, no que é possível preservar. Este é, para mim, o objetivo final, algo assim como dourar a pílula.

As futilidades ficarão mais lindas em alta definição…

Jus Sperniandi – Ilton C. Dellandréa

Written by Abobado

7 de novembro de 2008 at 12:43