Abobado

Odeio petralhas | Raça de sangue ruim; corruptos, bandidos, oportunistas, picaretas, malandros…

Posts Tagged ‘Sérgio Guerra

Presidente do PSDB admite que partido errou ao “esconder” FHC por quase dez anos

leave a comment »

Sérgio Guerra Diz agora que a ficha caiu. Tarde demais, deputado. A sua arrogância, teimosia e prepotência é que causaram o estrago na campanha de José Serra. Vá chorar pitangas na casa do caramba, seu incompetente!

Ao homenagear o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em solenidade no Senado, na quinta-feira (30), o PSDB fez um mea-culpa. Não apenas corre atrás do prejuízo, como reconhece o erro de ter deixado o sociólogo fora da vitrine por quase uma década. Sem cerimônia, o presidente nacional da sigla, deputado federal Sérgio Guerra admite que a ficha caiu tarde.

Indagado sobre a repisada interpretação de que o tucanato esticou a corda ao máximo antes de voltar a jogar luz sobre FHC, o dirigente, com bom humor, confessou: “Não somente é verdade, como…é verdade!”. Reconhecer é mais digno que negar. Por muito tempo, a sigla intimidou-se frente ao bombardeio do PT, capitaneado pelo ex-presidente Lula, contra as privatizações da era FHC.

Agora, a guinada no comportamento veio a calhar com a fase em que até petistas passaram a render loas a Fernando Henrique. Depois da presidente Dilma Rousseff (PT), ontem, foi a vez do governador Tarso Genro (PT/RS) enaltecer, em correspondência, o caráter democrático do projeto do Governo FHC. Com Lula e sua alta popularidade fora da presidência, ficou mais fácil ao PSDB deixar de lado a tese do “santo de casa não faz milagre”.

Na visão do presidente nacional do PSDB, deputado federal Sérgio Guerra, os elogios do petista e presidente da Câmara Federal, Marco Maia e da presidente Dilma Rousseff a FHC não representam distensionamento na relação entre governo e oposição. “Aos 80 anos, FHC chegar a esse reconhecimento é uma prova de que o País está amadurecendo. Ninguém falou em concordância, falou em reconhecimento”. Folha de Pernambuco com Ucho.info

A zona do Senado: Guerra diz que não teme retaliação de aliados de Sarney

leave a comment »

Guerra sobre declarações de Renan: ‘Ameaças não valem nada. Não ameaçamos ninguém e não aceitamos isso’

O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), afirmou nesta terça-feira que não teme retaliação dos aliados do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), que promete apresentar representações no Conselho de Ética contra senadores que defendem a saída do peemedebista do cargo.

Segundo Guerra, ameaças não vão ajudar o Senado a sair da crise que atingem a imagem da instituição. O tucano confirmou que recebeu um telefonema nesta segunda-feira do líder do PMDB, Renan Calheiros (AL), na tentativa de reverter a ideia dos tucanos de apresentar mais uma representação contra Sarney.

"Se o líder Renan promover ameaças ou retaliações ele estará equivocado. Ameaças não valem nada. Não ameaçamos ninguém e não aceitamos isso", disse Guerra.

O grupo de apoio ao presidente do Senado pretende dividir a responsabilidade pela crise com outros senadores e estudam apresentar representação contra o líder do PSDB, Arthur Virgílio (AM), os senadores Cristovam Buarque (PDT-DF), Efraim Moraes (DEM-PB) e Tião Viana (PT-AC). Todos já estiveram envolvidos em denúncias de irregularidades nos últimos meses. Folha Online

Leia mais aqui.

Written by Abobado

28 de julho de 2009 at 19:32

Presidente do PSDB sinaliza apoio do partido a Kassab e diz que Lula perdeu em SP

leave a comment »

O presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), indicou nesta segunda-feira que seu partido apoiará a candidatura à reeleição de Gilberto Kassab (DEM) em São Paulo.

Segundo ele, a polarização entre um candidato da oposição e o PT na capital paulista caracteriza a derrota do presidente Luiz Inácio Lula da Silva no município.

Guerra, no entanto, admitiu que a divisão interna entre tucanos atrapalhou o processo eleitoral em São Paulo. "Rigorosamente, o presidente Lula foi a São Paulo e se deu mal", afirmou.

"Se ganharmos em São Paulo, vai ser uma clara vitória da oposição. Mas, se a gente tivesse unido, imagina o banho que ocorreria", reiterou.

O tucano afirmou que o apoio formal do PSDB à candidatura de Kassab será definido pelo diretório municipal da legenda em São Paulo.

Ao ser questionado se orientaria o tucano Geraldo Alckmin, derrotado no primeiro turno, a subir no palanque do democrata, o senador se esquivou da responsabilidade. "Não tenho competência para recomendar ao doutor Geraldo o quer fazer."

Guerra admitiu ainda que, além de São Paulo, outras prefeituras emblemáticas para o PSDB, projetando para as eleições de 2010, são a do Rio de Janeiro e a de Belo Horizonte. No Rio, o partido está na aliança com o PV de Fernando Gabeira, e em Belo Horizonte, com Márcio Lacerda (PSB). Folha Online

Written by Abobado

6 de outubro de 2008 at 19:45

Publicado em Política

Tagged with , ,